Pinacoteca História


A Pinacoteca do Estado foi fundada em 1905, sendo inicialmente concebida para funcionar como uma galeria de pintura atrelada ao Liceu de Artes e Ofícios. Em sua inauguração, em 25 de dezembro daquele ano, figuram 26 pinturas transferidas do Museu do Estado (hoje Museu Paulista) basicamente de artistas ligados à hoje denominada Escola Nacional de Belas Artes, agraciados com Bolsas de Prêmio ao Exterior, comprometidos com a tradição oitocentista e clássica. Tal iniciativa coube especialmente a José Cardoso de Almeida, na época Secretário do Interior e Justiça, apoiado pelos incentivadores Freitas Valle (poeta e mecenas das artes na cidade), Francisco de Paula Ramos de Azevedo (engenheiro-arquiteto, vice-diretor do Liceu e professor da Escola Politécnica), Sampaio Vianna (político) e Adolpho Pinto (engenheiro).

 

A Pinacoteca foi então instalada em uma ampla sala no edifício concebido pelo Escritório Técnico Ramos de Azevedo, com projeto do próprio Ramos de Azevedo e de Domiziano Rossi, para abrigar as atividades do Liceu, entidade privada que surge em 1873. O projeto data de 1896, a construção inicia-se no ano seguinte e a conclusão parcial se dá em 1900. Para a inauguração da Pinacoteca, parte do edifício passa por reformas para ser adaptado, com a junção de três salas para formar um amplo salão no segundo andar. Para que a luz fosse distribuída de maneira conveniente, foram fechadas as janelas e aberta uma grande clarabóia, cujo controle da luz era dado pela instalação de um plafond.

Nenhuma resposta to “Pinacoteca História”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: